domingo, 19 de setembro de 2010

Scr@ps no Orkut agora passam a ter privacidade dentro de redes sociais de seus usuários. Mudança na essência do software social.

Recentemente o Orkut inaugurou em todos os perfis uma nova funcionalidade que permitirá o envio de recados privados. Com essa renovação, os scraps serão usados também para fins de conversas restritas e pessoais, sem que os usuários tenham recorrer aos velhos “depoimentos” – ou “testemunhos” – na hora de contar algo mais reservado. Segundo Victor Ribeiro, diretor de produtos do Google para a América Latina, a grande intenção da companhia é aprimorar o que chama de “consciência do usuário” sobre o conteúdo que é disponibilizado na rede. Mediante isso, o Orkut também ganha um painel mais restrito que diz quais das informações podem ser vistas por outros e quem são eles. O próximo passo, é dar a opção que o usuário deixe “invisível” a outros internautas algumas comunidades que participa.
Essa investida de privacidade no software social ocorre deste de 2007, em virtude do Orkut ter sido invadido, na época, por spams (e-mails não solicitados, geralmente enviados para um grande número de pessoas, sobretudo na área de comércio e marketing) fakes ( perfis falsos ) e os scrapbook infestados por vírus e mensagens pornográficas.
A partir daí, outras muitas mudanças ocorreram, principalmente depois da criação da CPI da Pedofilia pelo Senado Federal, em 2008, para investigar crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes; foi firmado um acordo com o Google em 2009 para que ele criasse ferramentas para impedir a veiculação de material pornográfico. De lá para cá, muitas comunidades que possuíam conteúdo impróprio, além de pornografia, como racismo, homofobia, entre outras, são excluídas cotidianamente pelo próprio Google, que chega até elas por meio de denúncias de usuário, ou por meio de monitoramento próprio do software.
Esse investimento do google tem como objetivo garantir a permanência dos usuários no Sofware aumentando a privacidade no sistema. Opções de bloqueio para visualização de fotos, mensagens e informações pessoais são cada vez mais utilizadas; ou então sendo permitidas visualizações apenas para amigos ou, em casos mais rígidos, a permissão de visualização apenas para aqueles que enviaram algum comentário para o scrapbook (página de recados).
Com essas mudanças, é possível verificar que o Orkut muda sua essência de comunicação marcada pela exibição e visualização pública, passando a estabelecer comunicação privada. Com isso, as redes sociais do software social vão possibilitar aos seus usuários compartilhar e interagir com seus diferentes grupos de amigos na Internet da mesma forma que fazemos fora dela. Esperamos um uso mais ético e consciente de suas redes sociais.

2 comentários:

Dart Araújo disse...

Eu gostei da mudança porem por outro lado Telma nossas atualizações, pelo menos através de tentativas que fiz,não são mais privadas se quisermos. Estou errada? Você nesse quesito ta mais expert que eu.
Beijão

Telma Brito Rocha disse...

Sim Dart, a mudançaé bacana, embora acredite que o usuário dessas redes quererem ver e ser vistos, essa é a grande lógica de participação nestes espaços. Quanto as atualizações você poderá desabilitá-las em privacidade, isto já é possível a bem mais tempo. bjkas